PortugueseEnglish
Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus
Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus

Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus
Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus


O filho do coronel
Chora no colo de sinhá
Toda noite acordando
Procurando Preta Bá
Meu Deus

Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus
Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus


Preta Bá que o criou
Como se fosse um filho seu
E o menino só vingou
Porque Preta Bá, de seu leite lhe deu
Meu Deus

Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus
Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus


Coronel disse que sim
Ninguém vai dizer que não
Preta Bá criou seu filho
Acabou sua missão
Meu Deus

Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus
Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus


Preta Bá, batendo o pilão
Ouviu a voz do coronel
Negra chegou sua hora
Faça uma prece a Deus do céu
Meu Deus

Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus
Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus


Preta Bá foi castigada
Por algo que não cometeu
Mas quando foi descoberto
Era tarde demais, Preta Bá morreu
Meu Deus

Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus
Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus


Coronel anda calado
Triste a se lamentar
Preta Bá não suportou
O castigo que lhe mandou dar
Meu Deus

Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus
Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus


Quem sabe esse coronel
Não soubesse o que fazia
Pois não levou muito tempo
E sem Preta Bá o menino morria
Meu Deus

Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus
Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus


Sabe Deus pra onde foi
E eu fico a imaginar
Que o filho do coronel
Se encontrou com Preta Bá
Meu Deus

Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus
Meu Deus, cadê Preta Bá, meu Deus
My God, where’s Preta Bá, my God
My God, where’s Preta Bá, my God

My God, where’s Preta Bá, my God
My God, where’s Preta Bá, my God

The colonel’s son
Cries in the madam’s lap
Every night he awakens
Looking for Preta Bá
My God

My God, where’s Preta Bá, my God
My God, where’s Preta Bá, my God

Preta Bá who created him
As if he were her child
And the boy only survived
Because Preta Bá gave him her milk
My God

My God, where’s Preta Bá, my God
My God, where’s Preta Bá, my God

Colonel said yes
No one would say no
Preta Bá raised his son
Her mission was over
My God

My God, where’s Preta Bá, my God
My God, where’s Preta Bá, my God

Preta Bá, beating the pestle
Heard the colonel’s voice
Black woman your time has come
Pray to God in heaven
My God

My God, where’s Preta Bá, my God
My God, where’s Preta Bá, my God

Preta Bá was punished
For something she didn’t commit
But when it was discovered
It was too late, Preta Bá had died
My God

My God, where’s Preta Bá, my God
My God, where’s Preta Bá, my God

Colonel has been silent
Sad and lamenting
Preta Bá couldn’t survive
The punishment he’d ordered
My God

My God, where’s Preta Bá, my God
My God, where’s Preta Bá, my God

Who knows, this colonel
Didn’t know what he did
Because it didn’t take long
And without Preta Bá the boy died
My God

My God, where’s Preta Bá, my God
My God, where’s Preta Bá, my God

God knows where he went
And sometimes I imagine
That the colonel’s son
Met with Preta Bá
My God

My God, where’s Preta Bá, my God
My God, where’s Preta Bá, my God
Author: Mestre Boa Voz
Note: I left “Preta Bá” untranslated in the lyrics, but just to clarify. The woman in the song is known as “Preta Bá”, which literally means “Balck woman Bá”.