PortugueseEnglish
A muito tempo no meu Rio antigo
Lá nos Arcos da Lapa um lugar muito temido

Era Manduca da Praia e Madame Satã que mandavam por lá
Era Manduca da Praia e Madame Satã que mandavam por lá

E muito cabras que se dizia destemido
Se benzia muitas vezes antes de passar por lá
Rabo de arraia, meia lua e rasteira
Olha que os cabras cairam numa simples brincadeira

Era Manduca da Praia e Madame Satã que mandavam por lá
Era Manduca da Praia e Madame Satã que mandavam por lá

Na madrugada não se ouvia um gemido
Sobre o fio da navalha tinha um corpo caido
Lenço de seda amarrado no pescoço
Cuidado seu moço pra navalha não cortar

Era Manduca da Praia e Madame Satã que mandavam por lá
Era Manduca da Praia e Madame Satã que mandavam por lá
A long time in my old Rio
There in Arcos da Lapa a very dreaded place

Manduca da Praia and Madame Satã were the bosses there
Manduca da Praia and Madame Satã were the bosses there

And a lot of guys who said they were fearless
Blessed themsleves many times before going there
Rabo de arraia, meia lua and rasteira
Look, the tough guys fell for a simple joke

Manduca da Praia and Madame Satã were the bosses there
Manduca da Praia and Madame Satã were the bosses there

At dawn there was no moan to be heard
There was a fallen body on the razor’s edge
Silk scarf tied around the neck
Watch out boy so the razor doesn’t cut

Manduca da Praia and Madame Satã were the bosses there
Manduca da Praia and Madame Satã were the bosses there
Author: Unknown (Do you know who wrote this song? Tell us in the comments!)